Você sabe O QUE É BRANDING?

 

BRANDING: Relacionamento de Valor

Para entender o que é Branding se faz necessário primeiro entender o que é Marca.

A marca é o conjunto de características tangíveis e não tangíveis materializados em logo, grafismos, mascote, música, entre outras manifestações. Um logotipo ou mesmo um sistema completo de identidade corporativa é o resultado do DNA da Marca, seu propósito, sua personalidade e posicionamento. Só assim uma Marca pode ser valorizada e cobiçada.

Uma Marca sem diferenciação é forçada a competir por preço. Vivemos uma época de competição acirrada. É preciso conquistar e engajar os consumidores e, para isso, tem que haver admiração e paixão. A marca de uma empresa tem que sintetizar todos os valores e soluções para possíveis necessidades dos seus consumidores.

Então se você entendeu o conceito de Marca, vamos falar sobre Branding.

Branding é o agrupamento de soluções que uma marca necessita para sobreviver no mercado, é portanto uma atividade estratégica de conceituação e planejamento. Ele abrange desde a criação de uma nova marca, na administração da mesma e no reposicionamento de marcas existentes que passam por dificuldades. O Branding cuida de todos os pontos de contato entre um consumidor e uma marca, e pode ser dividido nas seguintes etapas: Detalhamento do Público-Alvo, Posicionamento da Marca, Construção Multissensorial.

O objetivo de um projeto integral de Branding é alcançar uma posição única na mente e no coração do consumidor da marca. Por isso, cada embalagem, cada display no ponto de venda ou expressão da Marca são pensados para construir valor, “a boa estratégia é a que o consumidor vê”.

Observando O Público Alvo

Lançando um olhar sobre o consumidor podemos definir que ele tem um papel muito além da compra, ele é multipapel:  pode ser investidor da bolsa, que compra as ações da sua empresa; pode ser um grande influenciador da comunidade impactada; pode ser, ainda, um funcionário e/ou consumidor que compra, que defende, que promove e que até vende. Todos em uma só pessoa!

Observando as Mudanças de Mercado e a Percepção de Valor

Qual é o preço justo de um produto, se ele, cada vez mais, está suscetível a mudanças drásticas na oferta e demanda em tempo real em um mundo digital? Você compra ou vende, hoje, como se estivesse em um mercado persa. Qual é o valor que estou disposto a pagar? Pode ser caro no começo do dia e ficar barato no final da feira. Depende se tem muita gente querendo ou se estou disposto a arriscar uma estratégia de ser o último a chegar. Qual é o preço? Pode ser por disponibilidades, afiliações, premiações, fidelidades, e parecer até que é de graça, como um serviço que antes era pago, como Skype ou WhatsApp. Está cada vez mais difícil saber o valor das coisas, porque o real e o virtual se influenciam a cada decisão. As empresas que saem na frente e acompanham as mudanças de mercado e tecnologia são as que sobrevivem e se sobressaem, enquanto que seus concorrentes se tornam obsoletos e em consequência falidos.

Nunca antes a estratégia de Marca andou tão colada à estratégia de negócio. A Marca tem um papel de preparar seu negócio para mudanças que virão cada vez mais rápidas. Estamos em uma era em que seu concorrente pode vir de qualquer lugar, de qualquer segmento, independente de seu tamanho. Marcas que sabem fazer com consistência esse passeio pelo tempo mantêm sua capacidade darwiniana de evoluir. Pois nessa guerra vão sobreviver apenas aqueles que apostarem em relações verdadeiras, valores claros, benefícios reais e no engajamento de propósitos que vão, de fato, trazer um impacto positivo para as pessoas.

O século XXI é cheio de desafios bons, e a boa notícia é que gestão de Marca é a palavra-chave que engloba indicadores, trabalho de times interdisciplinares e engajamento com valores – o que é muito mais legal do que controle, venda forçada e promessas falsas.

Difícil é. Mas sabemos que só olhando para o lado ninguém ganha o jogo. Só arte não é mais suficiente, é preciso disciplina. Só emoção ofusca a estratégia. Trabalho em equipe é imprescindível. Precisamos, hoje, de muito preparo físico e emocional aliado à estratégia para mudar os resultados. Os louros da vitória já não são exclusividade de poucos. O que vemos nessa disputa é que padrão de reação global é uma realidade. Há apostas ruins, as ditas zebras, hoje, mas se a gestão melhorar, podem ser vitória um dia. A paixão está mais forte do que nunca, mas ela só gera resultado se tiver estratégia como base.

Você compreendeu o conceito de Branding, gostou da nossa abordagem e quer SABER MAIS? Entre em contato conosco, tire suas dúvidas e juntos te ajudaremos a encontrar a melhor estratégia para o seu negócio!

@2019 LS Consultoria - Todos os Direitos Reservados-​​